Loading...

Aqui estamos

Minha foto
Campinas, SP, Brazil
Falamos de esportes e qualidade de vida!

quarta-feira, 30 de dezembro de 2009

Um video para encher os nossos olhos de lágrima!

Galera, encontrei este video no youtube e realmente fiquei com os olhos cheios de lágrima e com muita vergonha de ser um dos donos deste planeta!
Este foi um trablaho feito por jovens de uma Escola Estadual, a respeito do Aquecimento Global!
Reparem que, quase não existem textos, apenas imagens, as quais demonstram para onde estamos indo!

Vamos começar 2010, repensando e modificando as nossas atitudes...se somente você fizer algo para melhorar o planeta, já é muita coisa!
Lembre-se que você pode ser um exemplo para as pessoas que estão a sua volta! ... qual é a imagem que você quer passar adiante?

link do video: http://www.youtube.com/watch?v=-h25rN-oXP4

Abraço a todos e um 2010 melhor para todos nós!
@CampinasSports
Siga nos no twitter

10 Dicas para quem vai correr a São Silvestre pela 1a.vez!

Galera, correr a São Silvestre é algo mágico!
Nenhuma prova do mundo se compara a esta, pois, esta é a única que tem o astral de uma grande festa de final de ano!
É muito legal pois,quando você termina, com a endorfina em alta, recebe a sua medalha e sabe que precisa correr até a sua casa ou seu hotel para descansar um pouco e esperar mais uma festa a meia noite! é muito legal!

De qualquer forma, aí vão algumas dicas para você curitr ao máximo a festa, quero dizer a prova da São Silvestre!!

1-Não fique tenso para melhorar o seu tempo dos 15K, curta a festa!
2-Se for de carro, pare em estacionamentos, ... os flanelhinhas são um problema nesta prova e ainda você corre o risco de pagar o mesmo que em alguns estabelecimentos.
3-Se não conhecer São Paulo, vá de onibus e pegue o metro até a Paulista, é muito melhor, sem contar que você não vai pegar um monte de desvios feitos por conta da prova.
4-Converse com o máximo de pessoas possível antes e depois da prova... não se esqueça de trocar emails... tem gente do Brasil inteiro por lá... quem sabe você não começa a viajar por aí para fazer provas locais!
5-Se conseguir leve uma camera fotografica na prova,pois, algumas imagens e figuras que você verá durante o percurso, ficarão em sua cabeça para sempre!...tenho certeza que teremos muita gente correndo de Arruda na cabeça, meia cheia de dinheiro, Lula, Obama, etc, etc!
6-Ao passar pelo Elevado (Minhocão) dedique se em observar dentro dos apartamentos que ficam ao lado, você vai ver cenas muito engraçadas, desde festas regada a cerveja, pagode e churrasquinho até mini shows de grupos punks!
7-Fique tranquilo com a sua hidratação, pois, no percurso existem muitos pontos de distribuição de água e portais para você se molhar!
8-Apesar de a prova ser relativamente tranquila, não sai feito louco, pois ao final tem uma pedreira,... a Av Brigadeiro é chata e por lá ficam muitas pessoas que desistem da prova!
9-Cuidado com as roupas que vai usar, pois, mesmo que esteja chovendo, você vai percorrer um trecho da Capital de SP, onde a concentração de concreto é muito grande, o que torna o local relativamente quente!
10-Observe tudo, receba a vibração da galera que fica assistindo, pois, se esta é sua primeira vez, tenha certeza que o seu final de ano acabará muito melhor do que começou!

Forte abraço e uma ótima corrida!
Campinas Sports

quinta-feira, 19 de novembro de 2009

Video Corrida em Trilha - Para Inspirar!

Video de corrida em trilha oferecido por www.ifsc.com.br (Idiomas em Campinas)

Depoimentos muito legais (em Inglês) a respeito de corridas em trilhas!

http://www.youtube.com/watch?v=rbk1IkdxyKg

Entenda mais sobre a fascíte plantar

Fonte: O2 por Minuto
Entenda mais sobre esta lesão causada pela inflamação do tecido fibroso localizado entre o calcanhar e os dedos.

Muito comum entre os corredores, a Fasciíte plantar se trata de uma inflamação na fáscia plantar, membrana que é uma das responsáveis pela manutenção do arco do pé. Essa inflamação gerada por microtraumatismos de repetição sobre esta estrutura pode ocorrer por diversos motivos, como fala Jorge Mazusaki, ortopedista especialista em pé e tornozelo.

“Mais de uma causa pode levar ao desenvolvimento desta doença. Pessoas que apresentem deformidade nos pés, como pé plano ou chato, estão propensas a desenvolver esta lesão, assim como indivíduos com sobrepeso. Entre os corredores, os motivos principais são o uso de calçados inapropriados, desvio do eixo corporal e também o excesso de esforço”.

Para identificar a lesão é importante ficar atento aos sintomas e procurar um médico especializado, para que o diagnóstico correto seja dado. “O primeiro sinal é sempre uma dor local, na sola do pé, e as primeiras pisadas do dia são as que mais incomodam”, diz Moisés Cohen, professor Livre-Docente do Departamento de Ortopedia e Traumatologia da Unifesp e diretor do Instituto Cohen de Ortopedia, Reabilitação e Medicina do Esporte.

“A queixa mais freqüente é que a primeira pisada do dia é sempre muito dolorosa. A dor piora novamente à noite e após a corrida. Caso não seja tratada nessa fase, evolui com dores mais constantes que incapacitam a corrida. Em alguns casos, forma-se até o esporão de calcâneo, uma calcificação dolorosa na base do osso calcâneo”, completa Glauber Alvarenga, fisioterapeuta do Vita.

Tratamento

Caso seja diagnosticada a Fasciíte Plantar o tratamento deve ser iniciado de forma rápida, para que o atleta não tenha que interromper as atividades por um período muito longo. O tratamento da doença dura em média de três a seis semanas, e inclui alguns procedimentos, como fala Alvarenga.

“A dor deve ser combatida com o uso de gelo, fisioterapia ou, até mesmo, medicamentos. Porém, é importante um trabalho de alongamento e relaxamento da fáscia para o tratamento dessa lesão e prevenção de futuras recidivas”, diz o fisioterapeuta.

“O uso de analgésicos e antiinflamatórios é importante no tratamento. Em casos mais graves pode se fazer necessária uma cirurgia que corrija o causador do problema. Além disso, o tratamento de terapia de ondas de choque (TOC) tem se mostrado bastante eficiente em alguns casos”.

Prevenção

Um ditado sábio diz que é melhor prevenir do que remediar. Quando o assunto é Fasciíte plantar a máxima também é válida. E uma boa forma de não correr o risco de desenvolver o mal é através dos alongamentos.

“Os alongamentos são muito importantes para a prevenção da Fasciíte. Além disso, é necessário que o corredor conheça seus limites e evolua de forma progressiva no esporte, usando sempre os calçados adequados. A utilização de palmilhas especiais pode se fazer necessária em alguns casos, por isso, a consulta a um especialista antes de correr é importante”, conclui Cohen.

Por Fausto Fagioli Fonseca

Campinas Sports agora com BLOG!